segunda-feira, 9 de maio de 2011

Cães que trabalham

          Talvez o termo "animal de companhia", quando relacionado ao cão, seja incorreto, ou pelo menos, incompleto. Cães já fazem parte de nossa história antes do desenvolvimento da escrita. Alguns pesquisadores defendem até que a evolução do ser humano se deve, em parte, por essa associação amigável: o ancestral humano, com a companhia dos ouvidos apurados do cão, pôde dormir mais tranquilo (desenvolvendo melhor o cérebro) enquanto o cão guardava sua segurança. E, não houve tanta necessidade de desenvolver o olfato, uma vez que o cão tinha o faro muito melhor que o dele. Tudo isso em troca de alguns restos de comida que o caçador humano (muito mais eficaz) deixava em sua caverna.
           Bom, teorias à parte, o cão já trabalha para nós há muito tempo. Por exemplo:


- Auxiliando na caça: 



- Pastoreio: 



- Transporte:



- Proteção:

Com o desenvolvimento tecnológico (armas mais eficazes, criação de animais em confinamento, meios de transporte mais velozes...) algumas funções foram relegadas a segundo plano e o cão foi promovido de "auxiliar" para membro da família.

Com a intimidade e afeição na relação com os animais e progresso social do ser humano foram agregadas novas funções para os cães. Agora, esses companheiros de longa data, desenvolvem um trabalho mais humanitário que enchem de orgulho seus proprietários e cuja importância somente pode ser sentida pelos que receberam a ajuda desses pequenos heróis:

- Cães Guia de Cegos:

Os cães (que têm uma visão periférica melhor que a nossa) conseguem perceber perigos ao redor mais rápido, sendo perfeitos para ajudar na independência de pessoas com problemas de visão. Como um verdadeiro amigo ele não tira a dignidade ao ajudar e trabalha apenas por um prato de comida e carinho.

- Cães farejadores:
     

  
São fundamentais no trabalho de busca de pessoas desaparecidas e corpos soterrados em catástrofes naturais ou não. Não inventaram nenhum aparelho que substitua o olfato canino, podendo ser também usados para tarefas não tão nobres como: procura de drogas e bombas em aeroportos e afins.

- Cães Terapêutas: 
  
    

  
Cães terapêutas são utilizados em hospitais, asilos, centros de reabilitação, creches... etc. Funcionam em conjunto com a Fisioterapia como incentivo no progresso cinestésico do paciente, na Psiquiatria como ajuda na socialização da pessoa especial, como Terapia Ocupacional em pacientes internados aliviando a tensão do ambiente hospitalar...etc.

    O cão é o animal mais íntimo do ser humano. A ligação entre o homem civilizado com a natureza selvagem. Ele mais uma vez será responsável pela evolução humana... Dessa vez não da parte anatômica, mas sim, da parte filosófica e espiritual do homem.