sábado, 17 de setembro de 2011

Solidariedade

       
            Hoje assisti ao programa do Serginho Groisman "Globo Cidadania", que juntou os programas: Ação, Globo Universidade, Amigos da Escola, Globo Ciência. Em certa parte do programa passou um médico que fez de um barco um mini-hospital e leva assistência médica às regiões de difícil acesso na região do rio Tapajós, na Amazônia.
            Incrível... um trabalho difícil... mas você via satisfação no rosto dos funcionários e dos pacientes, diferente das caras carrancudas dos hospitais particulares e públicos que frequentamos por aí.
            Percebo que resta uma esperança para a humanidade... Alguns de nós estão tentando caminhar para um futuro melhor onde não existe diferenças de nacionalidade, raça, religião, sobrenome e espécie.
            Para isso, o ser humano deve se despir da vaidade, egoísmo e avareza; pois a vontade de ajudar nos parecer ser inerente. Talvez o problema seja que, na maioria das vezes, respeitamos mais qualidades errôneas do ser humano: Admiramos mais o "mega-empresário" do que o varredor de rua trabalhando com prazer.
            O mundo parece estar sofrendo uma mudança radical... estamos "globalmente" mais próximos do que nunca, estamos mais conscientes da fragilidade do ser humano frente à natureza, estamos mais sensíveis ao sofrimento alheio, estamos menos condescendentes com o preconceito e escravidão.
             Precisamos mesmo de mudanças... o homem, até agora, se assemelhou a um vírus no planeta (se multiplicou e apenas destruiu). Observe que o berço da humanidade (segundo pesquisadores) é a África, a região mais pobre e faminta do planeta atualmente; o berço da civilização (Oriente Médio) é sinônimo de conflitos e guerras hoje em dia e; finalmente, o berço das artes e filosofia (Grécia) está passando por grave crise econômica semelhante ao da América do Sul a 20 anos atrás.
             Ou o ser humano muda e se transforma de vírus patológico para vírus simbiótico, ou o planeta vai adoecer tanto que não haverá remédio que cure a infecção e ambos perecerão.