quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Linguagem e Comunicação

       Quando ouvimos os cães latindo ao chegarmos em casa, numa brincadeira ou espantando um invasor, fatalmente vem a pergunta: "O que será que eles estão falando?". Segundo alguns pesquisadores, infelizmente, os latidos não são um tipo comunicação, como a nossa, expressa com sentenças e palavras.
        A linguagem do cão vai muito além do que se ouve, por exemplo: o que se convencionou como "marcação de território" que é a urina que seu cão insiste em fazer em cada poste ou canto de parede, é um tipo de comunicação. Nessa urina ele quer dizer aos transeuntes quem ele é, quantas vezes ele passa por ali, qual a sua idade, como vai a sua saúde, seu sexo e, indo mais além, sua personalidade e intenções.
        Os odores dizem mais ao cão do que as palavras dirigidas a ele. Aquele hábito detestável de "cheirar o traseiro de todo cão desconhecido" é simplesmente o "Olá!!" ou a saudação com as mãos, que fazemos rotineiramente, dos caninos. Pelos odores exalados pelas glândulas ad-anais eles podem se identificar mais precisamente do que pela aparência (sim... os cães da mesma raça são parecidos mesmo para seus pares, mas eles não precisam tirar as digitais para diferenciar gêmeos idênticos).
         Outra forma de comunicação usada pelos cães é a linguagem corporal. Cães são muito hábeis em decifrar nossas intenções pelos movimentos ou expressão facial. Sinais corporais de agressividade e afetividade também são facilmente traduzidos pelos cães. Claro que esses nossos sinais nem sempre são os que o cão reconhece, por isso muitas vezes eles nos olham com aquela cara de interrogação com a cabeça virada para o lado. Também não temos uma cauda para balançar, aliás, tocando nesse assunto... segundo pesquisas, quando o cão balança a cauda com satisfação para seus conhecidos, ela tende para o lado direito e, quando ele balança para desconhecidos, ela tende para a esquerda.
         Interessante notar esse aspecto do cão. Um dos piores defeitos do ser humano é a mentira. A linguagem corporal dificilmente pode ser dissimulada, pois está ligada aos nossos sentimentos; o odor seria quase impossível, pois está ligado a processos bioquímicos. Será que o cão nos derruba até neste quesito: HONESTIDADE??


         Para encerrar: Cuidado com a próxima vez que for dançar um FUNK perto do seu cão... vai saber que tipo de palavrões você está dizendo para ele....